Como a embalagem pode afetar a experiência do seu cliente?

Tempo de leitura: 3 minutos

Quando falamos sobre Customer Experience (CX), referimos à experiência que os clientes têm em todos os pontos de contato com a marca. Isso significa que um trabalho completo de CX engloba os pontos de venda, a comunicação que a empresa faz e até mesmo a embalagem dos produtos. Uma imagem sólida da marca é o que atrai, conquista e fideliza os consumidores. Ou seja, até mesmo a embalagem pode afetar a experiência do cliente.

Quando a empresa desenvolve um branding em cima de algum arquétipo, por exemplo, é importante que todos os aspectos da marca estejam relacionados. A fragmentação disso, ou não obediência às regras de brand, pode manchar a reputação da companhia para com os clientes mais assíduos.

Por esse motivo, nós separamos alguns pontos para que sua empresa possa usar a embalagem dos produtos para integrar e melhorar a experiência do seu cliente. Confira!

Identificação com o público

Como a ideia da CX é integrar toda a marca, a embalagem deve funcionar como um dos canais para se comunicar com o público e defender uma ideologia. Para empresas que pregam intensamente seu compromisso social e sustentável, a aplicação de embalagens biodegradáveis ou retornáveis é um exemplo dessa integração entre missão da empresa, ideologia dos clientes e construção da embalagem.

Design atrativo e funcional

Com ou sem ideologia, as embalagens devem ser atraentes. Elas devem cativar o público e dizer ao mundo que estão ali e que guardam produtos de qualidade. Assim, a empresa deve investir no design das embalagens para que elas chamem a atenção de quem poderia se interessar.

Somado a isso, uma embalagem boa é, necessariamente, uma embalagem prática: ela deve preservar os produtos, ser fácil de manusear e suprir as necessidades de seus consumidores.

Expectativas com relação ao produto

Não é errado dizer que a embalagem é a carta de apresentação de um produto. Os traços presentes nela — sofisticação, modernidade e inovação, por exemplo — são percebidos pela clientela e fazem com que uma expectativa seja criada com relação ao produto.

Esse poder de comunicação pode ser usado para melhorar ainda mais a experiência do cliente: em vez de apostar apenas na beleza ou modernidade, a empresa pode se engajar na criação de uma embalagem que, de fato, represente os atributos do produto que ela entrega.

Multifuncionalidades

Se a marca gosta da ideia de postergar o descarte de suas embalagens, uma aposta segura é investir em embrulhos que tenham mais de uma função. A ideia é que após o consumo do produto a embalagem possa ter algum tipo de utilidade para a clientela. Ela pode se tornar em um lixinho para a mesa de estudos, um vaso sustentável para plantar flores etc. O importante é que a companhia crie uma segunda função para o embrulho de uma maneira que a mensagem da marca ainda seja passada.

Como deu para perceber, o invólucro de um produto é um excelente canal para se comunicar com o consumidor e reforçar a missão da marca. Por isso se fala que a embalagem pode afetar a experiência do cliente, mas a empresa é quem decide se afetará positiva ou negativamente.

Agora que você já viu como a embalagem é importante para uma empresa e para sua noção de marca, compartilhe este artigo em suas redes sociais! Certamente você fará com que mais pessoas repensem suas embalagens.