Como fazer uma boa cotação de preços na gestão de compras

Tempo de leitura: 7 minutos

Se você quer que a sua empresa reduza custos e siga na frente dos competidores no mercado, conseguir o melhor preço possível é uma necessidade básica. Entretanto, encontrar as melhores ofertas requer paciência e tempo. Felizmente, existem algumas maneiras de fazer tudo de forma mais simples.

No cenário econômico atual, muitos fornecedores procuram ganhar, ou pelo menos, manter seu market share. Com isso, estão mais abertos a dar descontos e fazer ofertas especiais em acordos. Saber como explorar essa boa vontade é uma tática simples para fazer a melhor gestão de compras possível.

Quer saber como fazer a cotação de preços de forma mais adequada na gestão da compra e, ainda, reduzir os gastos da sua empresa? Então, continue a leitura!

Estabeleça processos

Ter processos padronizados é uma medida essencial para garantir a organização da empresa. No caso das cotações de preços, é importante estabelecer o formato a ser usado nas solicitações e seguir cada detalhe sempre que for realizá-las. Assim, há menos chances de esquecer aspectos importantes ou pular etapas fundamentais.

Além disso, quando os processos são definidos previamente, é mais fácil garantir que qualquer integrante da equipe possa fazê-los de forma satisfatória. Sempre que for necessário delegar essa atividade, a padronização vai garantir a manutenção dos resultados dentro do esperado.

Saiba o que precisa e faça cotações mais adequadas

Embora pareça óbvio, é muito importante que, antes de começar o processo de cotação, você saiba exatamente o que está buscando. Só assim vai ser possível detalhar a informação ao máximo internamente — uma ação essencial quando se pretende garantir que as cotações estejam alinhadas ao que se espera receber.

Isso é fundamental, ainda, para que você consiga explicar aos fornecedores exatamente o que precisa. Por isso, ofereça sempre todas as informações relevantes: medidas, peso, tamanho, forma e assim por diante. Com isso, minimizam-se as chances de receber cotações que não atendem às necessidades da sua empresa.

Invista no método da requisição de cotação

A requisição de cotação consiste na criação de um questionário com todas as informações que podem ser obtidas de um fornecedor. O objetivo é enviá-lo a múltiplos provedores para que seja possível escolher aquele que melhor se encaixa nas necessidades da companhia.

Esse método pode ser utilizado para apenas um item — e, assim, aplicado cada vez que for necessário identificar o melhor fornecedor —, ou para uma lista completa de insumos. Dessa forma, pode-se tentar conseguir melhores acordos em forma de pacote.

Uma das principais vantagens de utilizar essa ferramenta é a competição que ela fomenta entre os fornecedores. Como o questionário deixa claro que a requisição vai ser enviada para diferentes empresas, cada um dos candidatos sabe que deve apresentar os melhores preços para conseguir o acordo.

Outro benefício é que é possível criar uma lista completa de fornecedores com as ofertas mais interessantes — e até incluir aqueles provedores com os quais ainda não foram acertados pedidos. Assim, você terá alternativas caso os parceiros selecionados não possam cumprir as exigências contratuais.

Nunca aceite o primeiro preço

Entre as regras para negociar preços, a mais básica de todas é: nunca aceitar o primeiro preço oferecido por um fornecedor. Procure fazer uma contraproposta ou, simplesmente, peça um preço melhor.

E não se esqueça de justificar o pedido! Aqui, uma boa ideia é dizer que, em virtude do volume de negócios que pretende oferecer, o preço deve ser reduzido. Busque apresentar-se como um parceiro que pode, futuramente, oferecer muitas oportunidades de negócio.

Pense fora da caixa (do preço)

Se o fornecedor não quiser baixar o preço, tente negociar outros aspectos que podem garantir a redução de custos. É possível, por exemplo, pedir uma redução no valor da entrada em compras grandes, descontos na aquisição de volumes maiores, entrega mais rápida sem custos adicionais, ou mesmo uma melhor garantia — seja na compreensão do que ela cobre, seja na sua duração.

Considere sempre a relação custo-benefício. Se o produto tem um preço mais alto, mas oferece melhor rendimento, pode ser que ele seja mais apropriado. Leve em conta a qualidade e a eficiência do produto e dos serviços que o fornecedor oferece.

Confira os detalhes das cotações recebidas

Lembre-se sempre de solicitar ao fornecedor que indique a validade da cotação enviada por ele. Dessa forma, é possível saber por quanto tempo os preços apresentados serão mantidos pelo provedor e, com base nisso, se planejar para adquirir os produtos dentro do prazo oferecido ou preparar-se para eventuais alterações.

Outro aspecto importante é o prazo de entrega do pedido. Afinal, é com base nele que companhia pode se planejar para ter insumos para sua linha de produção ou itens para vender. Esse fator é ainda mais relevante para itens especiais, que não são facilmente encontrados.

As formas de pagamento também devem ser avaliadas com cuidado: pode ser à vista ou a prazo, ter desconto ou não, requerer ou não o pagamento de uma entrada e por aí vai. Por isso, conhecer as facilidades que o fornecedor oferece é fundamental.

Planeje as cotações e os pagamentos

O planejamento de compras é essencial para definir um calendário para as cotações. Isso ajuda a evitar que os processos sejam iniciados fora dos prazos e possam comprometer a qualidade das compras — sem uma programação adequada, se houver atrasos, pode ser necessário pular etapas, por exemplo.

Além disso, é crucial pensar nos pagamentos. Isso ajuda a evitar sobrecarga de compromissos na mesma data. Então, o controle de pagamentos das compras realizadas deve ser mantido organizado. O ideal é que isso seja feito com um software especializado — assim, há menos chances de erros ou necessidade de retrabalho.

Considere a ideia de ter apenas um fornecedor

A ideia de manter mais de um fornecedor para que eles possam competir entre si — e ofereçam preços melhores constantemente na esperança de eliminar o concorrente — é uma ótima estratégia. Por outro lado, os fornecedores são apaixonados por compradores que fazem grandes pedidos. Nesse caso, é comum que, eventualmente, ofereçam descontos ou vantagens maiores.

Portanto, ter apenas um fornecedor é algo que deve ser considerado para a empresa no o futuro. Entretanto, antes de fazer essa transição, não se esqueça de entrar em contato com cada um dos fornecedores e procurar negociar descontos crescentes em troca de transformá-los no responsável por todo o fornecimento.

Use um software de gestão

Um sistema de gestão que centralize todas as informações pode ser bastante útil no processo de compras. Afinal, nele é possível registrar inúmeras variáveis: de preço a formas de pagamento, passando por cumprimento de prazos e até pela qualidade dos itens adquiridos. Assim, a escolha do fornecedor ganha agilidade.

Lembre-se de que escolher o provedor ideal vai muito além da busca por uma lista de preços! Essa decisão deve depender de uma grande variedade de fatores, que incluem a qualidade e a confiabilidade. A importância de cada fator é definida a partir das prioridades e das estratégias do negócio.

Quer se manter sempre informado sobre o universo da cotação de preços e das compras corporativas? Então, assine nossa newsletter e receba nossas publicações em primeira mão e diretamente no seu e-mail.

Powered by Rock Convert

7 Comentários


  1. I have been browsing online more than 2 hours today, yet I
    never found any interesting article like yours. It is pretty
    worth enough for me. In my opinion, if all website owners and
    bloggers made good content as you did, the net will be
    much more useful than ever before. http://www.yahoo.net


  2. Hi, I do believe this is a great web site. I stumbledupon it 😉 I’m going to come back once
    again since I book-marked it. Money and freedom is the best way to change,
    may you be rich and continue to guide others. http://Bing.org


  3. I have been surfing online more than 2 hours today, yet I never found any interesting article like yours.
    It is pretty worth enough for me. In my view, if all website
    owners and bloggers made good content as you did,
    the web will be a lot more useful than ever before. http://bing.org

  4. Paulo

    Beleza de artigo. Algumas dicas vão ser fáceis de implementar. O ideal é sempre ter uma ferramenta de apoio para melhorar o processo de gestão de compra. Utilizo uma planilha excel que facilita muito o processo de cotação e compras de produtos. Deixo a dica, não lembro qual site eu comprei mais colocando no google: “planilhas audaz” o site aparece.

Comentários encerrados.