Saiba como o perfil consumidor deve afetar etapas da sua produção!

Tempo de leitura: 6 minutos

A forma como a sua empresa lida com o público não está relacionada só ao momento da venda. Tudo, desde a produção até o pós-atendimento, deve ser executado de acordo com o perfil consumidor. Infelizmente, alguns empreendedores não enxergam o nível de importância que esses dados carregam para o sucesso da empresa.

Esse perfil envolve uma série de fatores. Localidade, especificidades culturais, hábitos de consumo, faixa etária, necessidades e demandas são apenas alguns deles. E para atender a um perfil específico, é necessário aplicar essas informações a todos os processos da empresa.

Ainda tem dúvidas sobre como o perfil consumidor deve afetar a forma como você trabalha? Separamos aqui uma pequena lista dos principais elementos que estão envolvidos nessa questão. Acompanhe:

1. Nível de qualidade esperado

Diferentes compradores possuem exigências variadas com relação à qualidade do serviço/produto pelo qual estão pagando. Alguns aceitam itens de menor valor que custem menos no momento, enquanto outros clientes podem ser bem mais exigentes.

É importante sempre tentar oferecer mais qualidade, mas ainda é relevante ter em mente qual seria o patamar mínimo para que o seu público fique realmente satisfeito.

A qualidade quase sempre é determinada no início da cadeia, quando os materiais são fornecidos. Por isso, o estudo de fornecedores é tão importante para o sucesso do negócio.

Matérias primas, fornecimento, preservação, organização e relação custo-benefício são alguns dos fatores mais básicos a serem levados em consideração. Mas você também pode afetar a qualidade do produto final por meio dos próximos de trabalho.

2. Tempo de entrega

Outra exigência que varia de acordo com o perfil do consumidor é o tempo que ele está disposto a esperar para receber a mercadoria. Alguns aceitam prazos de entrega mais longos, enquanto outros exigem que ela esteja disponível imediatamente. Isso pode variar de acordo com o setor de atuação também, mas ambos os fatores se acumulam aqui.

Mais uma vez, o papel dos fornecedores também está presente. Se você não possuir um fluxo regular de reestoque, não poderá manter seus clientes bem atendidos. Mas, supondo que você tenha um fornecedor bem responsável, ainda há o papel da empresa a ser cumprido.

Se você trabalha com entregas em domicílio, seja por conta própria ou por uma terceirizada, é necessário considerar cuidadosamente a qualidade deste estágio. E, acima de tudo, não prometer um prazo que não possa ser realizado.

3. Nicho principal de atuação

Estabelecer o perfil consumidor da sua empresa também é uma forma de resumir o tipo de cliente que você mais atende. Seria impossível para certas organizações, especialmente no varejo, fazer uma leitura personalizada de cada comprador individual, a menos que o retorno financeiro justifique essa exclusividade.

Para lidar melhor com tamanha quantidade, os clientes são agrupados de acordo com suas semelhanças, o que ajuda a criar campanhas e produtos que atendam o maior número possível de pessoas.

A partir disso, o perfil é utilizado como ilustração para o seu nicho de mercado. Um apanhado das informações mais relevantes do público com o qual você deseja atuar e como você pode atingi-lo com mais facilidade.

4. Apresentação e divulgação

A divulgação de um produto, seja quando estão expostos em prateleiras ou vitrines ou descrito para os futuros clientes em campanhas publicitárias, é diretamente relacionada ao perfil consumidor.

A maneira como um brinquedo para crianças é exibido em canais de TV e na internet é diferente da exibição para filmes de horror, por exemplo. O mesmo vale para embalagens, logomarcas e todo o processo de design do produto.

Muitas empresas levantam estudos sobre a forma como cada pessoa julga a qualidade de um serviço/mercadoria antes de comprá-lo. É verdade que, hoje em dia, o público possui maior acesso a informações e avaliações, mas ainda há um papel importante na apresentação e divulgação. Por exemplo, restaurantes infantis apelam para cores chamativas, que instigam a fome.

5. Custos de curto, médio e longo prazo

Os seus clientes também consideram o custo de um produto em diferentes momentos. Alguns contam com um orçamento baixo e precisam de algo que custe menos em curto prazo. Já outros estão dispostos a investir mais para obter um produto mais durável, que não seja tão oneroso em substituições sucessivas ao longo do tempo.

Essa consideração a respeito do prazo do custo está associada principalmente ao perfil financeiro do consumidor. Pessoas com baixo poder aquisitivo precisam de soluções imediatas e que não seja dispendiosas. Pessoas com poder aquisitivo mais alto e alguma visão de futuro podem se planejar para controlar e cortar custos em longo prazo.

Ter opções que atendam às diferentes variações neste espectro pode ser uma boa forma de diversificar sua base de clientes sem necessariamente mudar seu perfil central.

6. Destacando seu diferencial

Outro motivo para conhecer o perfil do consumidor é saber como oferecer o diferencial da sua empresa em relação à concorrência. Em muitos aspectos, qualquer qualidade só pode ser considerada como “diferencial” a partir do momento que o seu público a reconhece dessa forma.

Mesmo que sua empresa e seus produtos tenham várias qualidades, focar em uma parte deles pode ser mais interessante do que criar uma longa lista que a maioria das pessoas não terá tempo de pesquisar. É melhor deixar que o cliente chegue e veja todas por si só.

7. Fidelização de clientes

Por fim, mas não menos importante, um entendimento mais claro sobre o perfil consumidor te dará mais ferramentas para trabalhar o pós-venda. Se você entendeu as exigências do seu cliente até o momento, pode desenvolver campanhas e ações que levem-no a retornar com mais frequência. Programas de fidelidade, cupons ou atendimento priorizado são alguns exemplos.

A simples presença de um benefício já é um fator de grande importância, mas é necessário que essa vantagem seja relevante. Clientes de alto poder aquisitivo que estejam buscando produtos considerados supérfluos podem não ter tanto interesse em sucessivos descontos, mas podem gostar de acessos antecipados e produtos novos e personalizados.

Agora você já entende um pouco melhor como o perfil consumidor pode afetar os diferentes estágios de produção da sua empresa. Para continuar recebendo mais dicas, curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos melhores conteúdos!