Saiba quais são os 6 principais tipos de embalagem

Tempo de leitura: 3 minutos

Para se destacar no mercado, empresas do setor alimentício buscam nas embalagens uma forma de dar personalidade e oferecer uma experiência diferenciada aos consumidores.

Mas o problema que muitas empresas enfrentam é a falta de conhecimento sobre os tipos de embalagens disponibilizados por fornecedores e como podem aproveitá-las da melhor forma para ganhar mercado e aumentar as vendas.

Para te ajudar nessa hora, nós listamos os 6 principais tipos de embalagem que você precisa conhecer:

1. Cartucho

O formato cartucho é o mais comum encontrado no mercado, também chamado simplesmente de caixa. Ele se apresenta geralmente em papel com gramatura maior, que oferece estrutura em vários formatos diferentes.

A embalagem cartucho pode ter alça, tampa, aberturas e travas, é ideal para criar formas diferenciadas para seu produto, mas não é aconselhada para líquidos e alguns outros tipos de alimentos.

2. Sleeve

Sleeve em inglês significa luva, e o próprio nome já explica como ela funciona. O Sleeve é mais um rótulo que veste qualquer embalagem rígida para tornar 100% de sua área imprimível.

A grande vantagem deste tipo de solução é o ganho em exposição da marca no ponto de venda. Com mais área impressa, a empresa pode apostar em chamadas mais atraentes, marca mais evidente e designs inusitados.

3. Blister

O Blister é uma embalagem famosa por ser difícil de abrir, o que significa também que ela é ótima para proteger o que foi embalado. Ela é formada geralmente de uma cartela que serve de suporte e um filme plástico rígido que a envolve junto com o produto.

O tipo Blister não é tão usado para alimentos, mas é uma solução segura, estruturada e que pode dar mais opções de exposição em caixas e outras frentes.

4. Stand-up pouch

As stand-up pouches são embalagens maleáveis, mas com uma estrutura que as permite ficar de pé. Possui uma grande variedade de formatos e pode ter frente metálica para impressão ou transparente para exposição do produto.

Além disso, este tipo de embalagem pode ser produzido em versões com zíper plástico. É uma opção versátil para líquidos e sólidos, que garante uma maior exposição de frentes no ponto de venda e a conservação do alimento por mais tempo.

5. Flow Pack

O termo Flow Pack se refere mais ao processo de empacotamento, mas denomina também o resultado final. Nas máquinas que utilizam este processo, uma bobina única de filme é usada para envolver o produto enquanto ele passa, selando e cortando a embalagem ao mesmo tempo.

Embalagens Flow Pack são seguras e resistentes, por isso são muito usadas no mercado alimentício. Sua principal vantagem é a rapidez de produção e economia de custos.

6. Caixa de transporte

O planejamento de logística é essencial para evitar o desperdício de produto, por isso é tão importante a atenção que muitas empresas deixam de prestar às caixas de transporte.

Este tipo de embalagem é mais resistente, normalmente de papelão, plástico rígido ou madeira. Ela é usada para transportar as embalagens que serão expostas no varejo com segurança.

Apesar de mais simples, elas também suportam impressão, geralmente monocromática, para ganhar mais uma plataforma de exposição da marca no processo entre a fábrica e o ponto de venda.

A importância de conhecer os tipos de embalagens mais usados no mercado é ter autoridade e confiança na hora de comprar do fornecedor a solução certa para a sua empresa. Desta forma, um gerente atento economiza dinheiro em todos os passos da cadeia de produção.

Você ainda tem dúvidas de qual embalagem é ideal para a sua empresa? Então entenda mais sobre o assunto neste comparativo entre embalagens plásticas e de vidro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *