Saiba o poder das cores no design de embalagens

Tempo de leitura: 7 minutos

Muitos elementos são levados em conta no momento de projetar uma embalagem: formas, texturas, matérias-primas e diversos conceitos. No entanto, um item muito importante, e que pode definir o sucesso ou o fracasso comercial de um produto, é a cor de sua embalagem.

As cores podem estrategicamente invocar inúmeras sensações e desejos, despertando no consumidor a vontade de consumir determinados produtos baseando apenas nas cores de sua embalagem.

Com o mercado cada vez mais competitivo e o constante fluxo de novos produtos inundando as prateleiras a cada minuto, o uso das cores nas embalagens é uma excelente maneira de captar a atenção de novos consumidores e também uma ótima maneira de estimular a fidelização daqueles que já confiam no seu produto.

Veja em nosso artigo como é o poder das cores e como usá-lo a seu favor no design de embalagens!

Como a escolha das cores em embalagens afetam suas vendas

  • Reconhecimento da marca: a escolha das cores pode aumentar em cerca de 80% o reconhecimento da sua marca, influenciando diretamente na confiança do consumidor.

  • Razão de compra: em média, 85% dos consumidores indicam a cor como principal fator de compra de um determinado produto.

  • Aspecto visual: o uso de cores é determinante no lançamento de novos produtos, uma vez que é necessário estabelecer a conexão emocional com o consumidor e conquistar sua confiança, levando-o a comprar.

Cases de uso da cor

Cada tonalidade, como veremos à frente, tem um conjunto de significados específico, e devem ser muito bem escolhidas para garantir o sucesso de vendas. Pense na Coca-Cola ou na Maizena, por exemplo: as cores usadas são praticamente sinônimo das marcas que as vestem.

Como exemplo oposto, temos a iniciativa de governos da Europa e da Austrália, que financiaram pesquisas para descobrir a cor mais vista como feia e repulsiva, posteriormente obrigando as fabricantes de cigarro a usarem-na em suas embalagens, em um esforço para conter o tabagismo. Pesquisas iniciais apontam o sucesso da iniciativa.

O poder das cores quentes em embalagens

As cores quentes são o vermelho, laranja, amarelo e todos os tons que sejam obtidos da mistura dos três, incluindo azuis ou verdes mais claros. No geral, trazem energia, chamam a atenção e estimulam o desejo do consumidor.

Um caso clássico é a identidade visual da rede McDonald’s: a mistura de vermelho e amarelo tem a intenção de despertar o desejo no consumo. Outros usos comuns do vermelho são em embalagens de café (pela associação forte com a energia proporcionada pelo produto) ou frascos de perfume, em que inspiram paixão e sensualidade.

Abaixo vamos nos aprofundar um pouco mais no efeito de cada cor e seu papel na hora da decisão de compra do consumidor.

Vermelho

A mais quente e mais dinâmica das cores. Estimula a energia e o senso de urgência. Incentiva ações de confiança, aumenta a paixão e a intensidade. Fornece uma sensação de proteção ao medo e ansiedade. Ideal para anunciar promoções, pois incentiva a compra por impulso.

Amarelo

A mais energizante entre as cores quentes, transmite felicidade, estimula e conforta. Incentiva a conversação e o otimismo e o intelecto, sendo a cor ideal para anunciar novas ofertas e em embalagens para prender a atenção do consumidor.

Azul

Estimula a calma, a confiança e a tranquilidade. Muito usada em sites de instituições bancárias e corporativas, é usada para transmitir profissionalismo e confiabilidade.

Preto

Estimula a sensação de poder e sofisticação, normalmente usada para vender produtos de alto valor e sofisticação. Também é uma cor utilizada para agregar valor a marcas e produtos que visem um público-alvo com maior poder aquisitivo.

Cores secundárias, frias e tons neutros

Laranja

Estimula a vivacidade, o entusiasmo natural e a impulsividade. É uma cor equilibrada, vibrante e cheia de energia. É ativa e sociável, porém menos excitante que o vermelho, mas igualmente agradável e estimulante.

Verde

Cor que representa equilíbrio e rejuvenescimento. Representa possibilidades e estabilidade. Muito associada a produtos de saúde, pois transmite tranquilidade, vitalidade, fertilidade, e possui um efeito calmante e alivia o stress.

Roxo

Representa a nobreza, riqueza, sabedoria e sucesso. É calmante, e muito utilizado em produtos de beleza, perfumes produtos cosméticos ou anti-idade. Representa bem marcas, instituições ou serviços criativos, prosperidade e mistério, mas também têm espaço em caixas de sucos de frutas roxas.

Cuidados a serem tomados ao escolher as cores de embalagens

Azuis, verdes e roxos são exemplos de cores frias. São mais calmas e aconchegantes, mas devem ser utilizadas com cuidado para não transmitir sobriedade em excesso.

O verde, a cor da natureza, é sempre visto em embalagens de produtos que queiram evocar ingredientes naturais ou não agressivos, mas deve-se ter cautela para não causar o estranhamento quando usada em produtos alimentícios, já que não é tão efetiva como as cores quentes nesse aspecto.

Azuis e roxos são ainda mais sóbrios: enquanto tons de azul são associados a embalagens de água, significando pureza, deve-se evitar usá-lo em embalagens alimentícias, pois é uma cor muito pouco encontrada no ambiente natural, causando estranhamento ao consumidor.

Já os tons neutros, como preto, branco e cinza, devem ser usados com parcimônia. O preto traz distinção e luxo, mas em excesso pode deixar uma impressão muito pesada já que em grande parte da cultura ocidental é a cor associada ao luto.

O branco, por sua vez, é sinônimo de calma e paz, mas também de vazio. O cinza é tido como uma cor extremamente neutra e sem personalidade, embora seja associada com sucesso a produtos tecnológicos e metálicos.

A relação das cores com diferentes grupos de consumidores

Além de estimular o comportamento e o consumo, as cores também têm um papel importante em atrair e definir o tipo de público que determinados produtos e marcas vão ser associados. Compreender as características e a relação das cores com as personalidades de cada público é fundamental para a escolha das cores de seus produtos.

Consumidores compulsivos serão atraídos pelas cores vermelho, amarelo, azul royal e laranja. É frequentemente usada por empresas que operam no setor do varejo e de alimentação.

Já os consumidores racionais estão mais propensos a se atraírem por cores mais sóbrias como verde, azul-marinho, e são frequentemente utilizadas por empresas que possuem um público com renda fixa, e que racionalizam antes de comprar produtos.

A preferência de cores entre gêneros é um fator a ser considerado

Também é importante ressaltar que a escolha de cores de embalagens de produtos também deve considerar um fator crucial na hora da escolha de um produto, que é o gênero. Estudos apontam que homens e mulheres gostam de cores diferentes, e tendem a consumir produtos que levam essas preferências em consideração.

Homens tendem a escolher as cores azul, verde e preto, e não são atraídos pelas cores marrom, laranja e roxo. Mulheres mostram clara preferência pelas cores azul, roxo e verde, e se afastam das cores laranja, marrom e cinza.

Neste post, vimos qual é a importância de usar o poder das cores de forma correta no projeto de suas embalagens. Com essas dicas, você já pode pensar em uma paleta cromática adequada ao produto que precisa embalar, avançando um passo em direção ao sucesso de vendas!

Gostou do texto? Veja também as 5 tendências de sucesso aplicadas no design de embalagens!