Como a embalagem do produto impacta na experiência do cliente?

Tempo de leitura: 6 minutos

O foco na qualidade do produto em si é sempre a prioridade de qualquer fabricante. No entanto, o crescimento da concorrência e da exigência da clientela tem criado cada vez mais a necessidade de embalagens de qualidade, que atendam às necessidades estéticas e práticas do consumidor, com um uso consciente de materiais e energia.

Veja em nosso post como usar a embalagem dos seus produtos para garantir uma experiência do cliente positiva!

Embalagens e o valor de marca

Um bom branding e identidade visual adequados são fundamentais para qualquer empresa, podendo ser, inclusive, um ponto de destaque na concepção da embalagem. Quando a força da marca é grande, apenas estampá-la já garante o reconhecimento por parte do consumidor, deixando o caminho aberto para a compra.

O grande exemplo de marca com força e credibilidade é a Coca-Cola: suas embalagens têm um design simples e direto ao ponto, com a identidade visual da marca como único destaque, atraindo o comprador desde o primeiro olhar.

Impacto estético como ponto de atração

A estética também é um item a se considerar no momento de conceber sua embalagem. Levando em conta que haverá competição com produtos de mesma faixa de valor e qualidade, apresentar um destaque visualmente atraente conta pontos.

Para isso, é importante considerar a paleta de cores utilizada pela marca, os melhores tons para atração de seu público-alvo, o formato do recipiente, qual tipo de impressão será utilizado e se haverá detalhes extras, como aplicações de verniz ou relevo.

Mudando o foco para uma intersecção entre estética e praticidade, é essencial projetar uma embalagem que remeta ao produto de alguma forma: seja com as cores do item embalado, com um formato especial ou mesmo com ideias diferentes, como pacotes de café que simulem as sacas usadas para os grãos crus.

Personalização para melhorar a experiência do cliente

O avanço das técnicas de produção permite aos profissionais criativos experimentar cada vez mais com materiais, cores e processos gráficos, rendendo embalagens criativas e que trazem algo de inovador ao cliente. Não são raros os casos de embalagens promocionais que se tornam itens de coleção, por exemplo.

Existem também grandes exemplos de embalagens que não se restringem apenas ao propósito de conter o produto, como este pote de manteiga cuja tampa é também uma faca para passar o produto, ou desta etiqueta que avisa o comprador se a carne está adequada ou não para o consumo.

Qualidade na produção da embalagem é essencial

Assim como todos os quesitos apresentados, é indispensável ao produtor contar com um fornecedor de embalagens que tenha os equipamentos necessários, a expertise na produção e uma reputação de confiança. Produzir embalagens é uma tarefa delicada: qualquer erro pode colocar tudo a perder, portanto invista em um parceiro de alta qualidade.

Consultoria especializada

Por mais que o empresário ou gestor seja criativo, ter boas ideias não é o suficiente, e nenhuma inclinação artística será capaz de substituir a técnica de um bom design de produto.

Esse profissional é responsável por conceber a embalagem de produto, conforme a finalidade a qual se destina, público-alvo e demais restrições apresentadas pela empresa, melhorando a experiência do cliente.

O ideal é que esse especialista seja contratado permanentemente ou sempre que um novo item for lançado no mercado. Com isso, ele agrega maior intimidade com a organização, e se torna capaz de melhor contribuir na formatação da embalagem ideal.

Uso de cores

Ainda que uma embalagem deva ser eficiente quanto à sua capacidade de armazenar o conteúdo e a geometria, as cores não podem ser ignoradas.

Sejam neutras ou mais intensas, essa identidade visual é uma das principais responsáveis pela experiência do cliente.

Não é preciso pensar muito para notar que as embalagens mais marcantes do mercado fazem combinações de cores relacionadas ao tema.

A tonalidade laranja, por exemplo, é comumente associada à fome. Inclusive, diversas embalagens fazem a combinação do laranja com o amarelo — e outras cores quentes — para produtos alimentícios.

O mesmo vale para azul para água, amarelo para óleo, entre outras cores e produtos específicos.

Economia de informações

A poluição de informações causada pelo excesso de dados em uma embalagem só faz mal ao produto, confundindo e prejudicando a experiência do cliente.

Ou seja, a embalagem não deve abusar de nomes, informações redundantes ou supérfluas, devendo ser evitados muita informação na área frontal do produto.

Quando o assunto é publicidade, vale a máxima de que menos é mais. Observar as embalagens de concorrentes é uma boa estratégia para gerar inspiração. É claro, não se trata de imitar, mas simplesmente de aprender com quem já sabe.

Restrições legais

Outro detalhe importante é o de ter ciência sobre regras previstas por lei. Muitos itens requerem que em sua embalagem estejam discriminadas informações como quantidade em unidades de grama ou litro, fórmula química, conteúdo, pessoas que devem usar, forma de armazenamento, dentre outras características.

Vale insistir que atender às normas nesse sentido é muito importante, do contrário, o fabricante pode sofrer sanções, tais como ser multado e ter o seu produto apreendido.

Teste de aceitação

Finalmente, para ter certeza de que a embalagem do produto é eficiente, e, de fato, contribui para uma melhor experiência do cliente, existem testes de publicidade.

Para tanto, basta fazer alguns protótipos e submeter ao público para observar suas opiniões em uma feira, exposição ou evento criado apenas para esse fim.

É claro, isso deve acontecer antes que o produto com a nova embalagem chegue ao mercado, para que seja possível fazer as modificações necessárias antes de fabricar um lote grande.

Sendo um produto infantil fica ainda mais fácil, basta reunir um grupo de amigos de filhos ou sobrinhos, por exemplo, e ouvir a opinião ou notar como se comportam diante da embalagem do produto.

É importante que fique claro que a importância da embalagem está, sobretudo, em sua função, já que esse é o principal modo de conectar o item ao consumidor.

Neste texto, vimos a importância da embalagem para a obtenção de uma boa experiência do cliente, além de saber quais quesitos devem ser observados para garantir o sucesso na criação dos envases. Com um planejamento adequado e parceiros de qualidade no fornecimento, o caminho para a fidelização de clientes e fortalecimento da marca está aberto!

Gostou das ideias e dicas de hoje? Não perca nenhuma atualização: curta a nossa página do Facebook!