4 dicas de design de embalagem para um novo produto

Tempo de leitura: 3 minutos

Desenvolver um novo produto é sempre um grande desafio, que envolve planejamento estratégico, definição de um público-alvo e inúmeros outros detalhes, como pensar na embalagem.

É importante que você tenha em mente que é ela que fará a introdução do seu produto ao público em geral e que criará uma boa impressão fundamental para o sucesso.

Veja, no post de hoje, 4 dicas práticas para criar um design de embalagem impecável!

1 – Invista no design de embalagem

Antes de tudo, sua embalagem tem de chamar atenção em meio a inúmeras concorrentes nas gôndolas e estandes de supermercados. Para isso, invista em uma estética simples, minimalista, porém com personalidade. Explore o contraste entre o fundo e as informações de texto, e insira poucos elementos com grandes dimensões.

Há sempre espaço, claro, para projetos de design que saiam do comum, como esta linha de copos de suco natural que usa os próprios sucos para completar a arte do rótulo.

2 – Garanta a funcionalidade no design de embalagem

Como diz uma das grandes regras do design, a forma segue a função. O mais importante é garantir que a embalagem sirva ao propósito de proteger e permitir o uso do produto de forma eficaz. Exemplos disso são as tampas de caixas de leite e os sistemas de “abre-fácil”. Uma embalagem útil melhora sensivelmente a experiência do cliente.

3 – Saiba fazer uso dos diferentes materiais

Saber qual material escolher dentre a oferta e variedade quase infinita disponível é um ponto essencial no design da sua embalagem. Diversos fatores têm de ser considerados: o produto que será embalado, o público a ser atingido e o posicionamento da marca no mercado, entre outros.

Um alimento mais sensível, como molhos de tomate ou sucos, por exemplo, tem sua validade e qualidade muito melhoradas quando envasados em vidro: no entanto, se o público-alvo ou o orçamento da empresa ainda não são compatíveis com os gastos maiores que este material demanda, embalagens plásticas são a opção viável.

Outro ponto a se considerar em relação aos materiais é a sustentabilidade. Uma parte cada vez maior do público vem se conscientizando do impacto de embalagens descartadas no meio ambiente, e está disposta a gastar um pouco mais por uma embalagem que possa ser reciclada.

4 – Faça uma conexão entre embalagem e produto

A embalagem do seu produto não precisa ser burocrática e simples demais. Considere investir na história e características culturais do que está sendo embalado, trazendo uma conexão entre embalagem e produto, ou mesmo inspirar associações afetivas no público consumidor.

Exemplo disso é esta série de embalagens para cereais, feitas em juta, o tecido tradicionalmente usado para carregar os grãos na colheita: eles trazem uma conexão com o campo e valores de simplicidade e qualidade ao seu produto, e são uma ótima ideia para pacotes de café em grãos.

Neste artigo, vimos algumas dicas de como pensar no design de embalagem ideal para seu produto, combinando função, praticidade e identidade visual, de forma a atingir seu público e aumentar as vendas. É muito importante, no entanto, contar sempre com o auxílio de um designer especializado, para garantir que sua embalagem siga todos os padrões de excelência.

Gostou do texto? Tem mais exemplos de design de embalagens de qualidade? Conte para a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *