3 dicas de melhoria em linhas de produção

Tempo de leitura: 3 minutos

As indústrias, como um todo, exigem muita perícia de seus gestores. Tal conhecimento é bem-vindo, principalmente, na hora de fornecer qualquer tipo de melhoria em linhas de produção. Essas otimizações no processo podem ajudar a empresa a economizar recursos materiais, mão de obra e dinheiro.

No entanto, é preciso ficar atento a essas mudanças. Alterar posições de operários e investir na automação industrial não deve, em nenhum momento, afetar a motivação dos funcionários.

Neste artigo, vamos reunir 3 dicas para promover a melhoria em linhas de produção de qualquer indústria, sem causar nenhum tipo de prejuízo para o negócio. Acompanhe:

1. Posição do trabalho

Trabalhar em uma linha de produção não é fácil e exige jogo de cintura do operário e seus líderes. Se por um lado a produção não pode parar, por outro o funcionário deve seguir o seu próprio ritmo. Caso contrário, a moral e a qualidade do trabalho deste colaborador são afetadas.

Por esse motivo, os supervisores precisam desenhar a melhor posição de trabalho para cada colaborador, levando em conta suas habilidades e dificuldades. Por exemplo, um operário lento pode ser colocado próximo ao meio da linha de produção, assim recebe o suporte dos colegas.

Outra formatação é deixar os funcionários mais lentos no fim ou início da produção. Deste modo, os operários mais ágeis conseguem recuperar o tempo perdido no centro da linha. De qualquer forma, é extremamente importante que o setup da linha esteja adequado para alta produtividade sem esquecer do fator humano, indispensável para as manufaturas.

2. Automação industrial

Quando falamos em aumento de produtividade, redução de custos e controle do desperdício, a automação é indispensável. O investimento em novas tecnologias promove o crescimento da manufatura e, ao mesmo tempo, a coloca em vantagem sobre os seus concorrentes.

Além de melhorar a qualidade das atividades, equipamentos de última geração também fornecem mais agilidade e precisão para as indústrias. Essas características aliadas ajudam o gestor a ter mais controle sobre o processo produtivo da empresa.

3. Motivação dos funcionários

Em um fluxo de trabalho desgastante e ininterrupto é comum a desmotivação dos funcionários. A exaustão e os movimentos repetitivos tornam o dia cansativo para qualquer um. Por esta razão, boa parte das indústrias apresentam uma alta rotatividade de mão de obra.

Contudo, essas substituições de pessoal causam desperdício de dinheiro e tempo. O dinheiro se vai com despesas trabalhistas, já o tempo despendido no treinamento dos colaboradores também é perdido ao desligá-los da empresa.

Portanto, cabe aos gestores da empresa buscar por políticas de motivação e retenção de funcionários. Neste contexto, o feedback é de extrema importância. Deixar transparente os pontos a serem melhorados pela equipe, as metas da empresa e os números de produção ajudam a manter a sinergia do grupo.

Além disso, os resultados conquistados devem ser comemorados em equipe. Envolver o operário com as conquistas da indústria ajuda a mantê-lo motivado e feliz.

Apesar de cada indústria apresentar diferentes necessidades, as 3 dicas acima podem ajudá-lo a promover uma boa melhoria em linhas de produção. Estes conselhos simples tratam-se dos principais pontos em uma manufatura: processo, pessoas e tecnologia.

Em qual dessas áreas sua empresa tem mais dificuldade? Deixe o seu comentário abaixo e compartilhe com a gente a sua experiência no assunto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *